RETRO GAMES BRASILConectar-se

Compartilhe

descriptionMatéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz


Para comemorar os 20 anos deste console que marcou a história dos videogames, o Clube dos 5 preparou uma matéria especial, relembrando a tragetória do Neo-Geo e, porquê não dizer, da prórpia SNK.

A muito tempo atrás, um garoto chegava na loja de arcades, ou fliperama, como eram chamadas aqueles gabinetes de jogos e comprava uma ficha (sim, ainda se vendiam fichas, e não créditos ou cartões) para sua jogatina habitual. Contudo, seus olhos brilhavam ao ver um novo jogo onde Terry Bogard, Andy e Joe podiam lutar contra Ryo Sakazaki, Robert Garcia e sua turma. Daquele momento em diante, a relação do menino com os jogos de luta nunca mais seria a mesma. Não que ele não fosse literalmente viciado por Street Fighter II e suas versões hackeadas, mas havia dentro de cada garoto que frequentava o local uma grande sede por novidades. O Garoto era eu, e o game era The King of Fighters 94.

Desde a década de 1980 que o sonho de todo amante de videogames era ter dentro de sua própria casa uma máquina de fliperama. Assim, ele poderia jogar o seu game por horas à fio, sem se preocupar com os perigos dos locais onde estas máquinas ficavam instaladas (muitas mães tinham um enorme medo dos seus filhos dividindo o ambiente insalubre de um buteco de esquina com aquele monte de cachaceiros). Além disso, ele poderia economizar a grana da mesada, que se esvaia quase sempre em animadas partidas de games.

O PC Engine, da NEC, o Mega Drive, da Sega, e o Super Nintendo bem que tentaram, mas ainda havia uma grande distância entre as plataformas “profissionais” e os videogames caseiros. Mesmo as primeiras adaptações feitas ainda no Atari, como Pac-man, ou no Nintendinho, como Tennage Mutant Ninja Turtles II, por mais que fossem caprichadas não conseguiam atingir a mesma excelência gráfica encontrada naqueles gabinetes.



Mas em 1990, a SNK, uma produtora de Osaka, resolveu que um arcade de baixo custo, com jogos gravados em cartuchos gigantes (ainda não havia o CD), a contrário da tendência da época de gravar o game na propria placa da máquina, seria uma boa idéia.

Esse sistema era o Neo-Geo, e no japão começou a fazer muito sucesso entre casas de fliperamas menores, já que seu custo era barato e, para trocar de jogo, o proprietário não precisava adquirir um novo gabinete. Apenas um cartucho novo solucionava a questão quando os clientes ficassem enjoados. Isso era uma grande vantagem competitiva, uma vez que o custo final era muito menor.

Assim, em 26 de abril de 1990 o mundo conheceu o Neo-Geo. Inicialmente, o sistema foi lançado com apenas quatro títulos: NAM-1975, MAHJONG KYŌRETSUDEN, MAGICIAN LORD e BASEBALL STARS PROFESSIONAL. Contudo, no mês seguinte mais sete títulos, desta vez um pouco mais diversificados, chegariam ao mercado. Não demorou muito para a SNK lançar uma versão caseira do aparelho. Desta forma, a versão de arcades ficou conhecida como MVS, enquanto o videogame doméstico era a AES. Os jogos eram lançados para ambas as plataformas com poucos meses de atraso.



Mas devido a seu alto preço para o usuário comum, no começo, as máquinas eram apenas alugadas ou vendidas por correspondência. Em 1º de julho de 1991, o Neo-Geo AES passou a ser vendido nas lojas, mas de novo o seu alto preço não permitiu o console ser um sucesso(o videogame em si custava 59.780 ienes, enquanto um Mega Drive saía por 21 mil ienes ou, em valores mais próximos do nosso mundo, 650 dólares para o console e cartuchos passando dos 200 dólares). Na prática, os preços eram semelhantes aos praticados hoje no Brasil, em relação ao PS3 e Xbox 360, por exemplo.



Em dimensões, o Neo-Geo compara-se ao Xbox 360, embora seja um pouco mais fino. Seu cartucho tinha um tamanho exagerado, mais parecendo um livro: era o maior cartucho do mundo. Os controles eram muito semelhantes aos arcades, com alavancas, inclusive. E o Neo-Geo inovava ao ser o primeiro aparelho a fazer uso de um Memory Card.

Por dentro, os chips de processamento usados eram idendicos ao do Mega Drive, por incrível que pareça. Mas o aparelho ganhava poder de sua GPU, que processava os gráficos, e das memórias RAM embutidas nos cartuchos (lembra que eles eram enormes?!).

Contudo, o lançamento por parte da Capcom do avassalador Street Fighter II mudaria completamente o rumo do gênero dos jogos lançados pela SNK. Em 25 de novembro de 1991, a empresa resolveu apostar no estilo de games de luta e lançou o primeiro “Fatal Fury”, que acrescentava um sistema de dois planos de movimento e apossibilidade de escolher apenas três personagens.



Fatal Fury foi como uma semente que demorou quase um ano para florescer. Foi entao que o Neo-Geo ganhou outro game de luta, “Art of Fighting”. O título impressionava muito pelos personagens enormes. Além disso, possuia o efeito de zoom. Um pouco antes disso, a ADK tinha lançado “World Heroes” para a placa, o que provava que a MVS seria ótima para trocar uns sopapos virtuais com os amigos.

“Art of Fighting” também teve o mérito de ser o primeiro a ostentar o selo “100 Mega Shock”, ou seja, com 100 megabits de dados, sendo que os maiores games da época mal chegavam a 8 megabits. Não demorou muito para o aparelho receber mais títulos de pancadaria, como “Fatal Fury 2″, “Samurai Shodown”, “Fatal Fury Special” e “Art of Fighting 2″, além de mais dois “World Heroes” pela ADK.



Quando finalmente voltamos para o ano de 1994, você vai se lembrar que eu havia me impressionado com “The King of Fighters ’94″. Isso aconteceu porquê o game trazia lutas em trio e um elenco vindo de vários jogos da SNK: um conceito totalmente novo para a época. A empresa aproveitou a franquia de crossovers para lançar seu próprios personagens, caso de Kyo e Iori Yagami.

Alias, os personagens da empresa são um verdadeiro capítulo a parte, sendo que vários deles ganharam seus próprios mangás (histórias em quadrinhos japonêsas) e animações. Muitos dos jogadores habituais dos títulos da empresa idolatram um ou outro personagem.



Assim, os games de luta foram embalando um sucesso atrás do outro. E o Neo-Geo, que era caro de mais para ser popular, não caiu no esquecimento, mas virou um artigo “cult”, adorado entre os aficcionados e ostentando uma verdadeira legião de fãs. No Japão, a empresa chegaria a abrir um prédio somente com atrações relacionadas aos seus jogos, a Neo-Geo Land (uma Disneyworld da SNK). Dos 150 games lançados no console, 50 podem ser considerados do gênero de luta, ou seja, a cada três games, um era de porrada.

Contudo, conforme os jogos de luta foram sendo deixados lentamente de lado, a partir do fim da década de 1990 e começo dos anos 2000, a SNK foi perdendo seu vigor. Além disso, uma placa com cerca de 10 anos virou alvo facil para hackers que disponibilizavam livremente os lançamentos da empresa internet afora. Não havia mais apelo comercial e as pessoas não queriam ir às lojas de arcade.

Outro problema encontrado nessa época dizia respeito aos gráficos. A chegada do Playstation, do Saturn e do Nintendo 64 trouxe a moda dos jogos poligonais, algo que a SNK não dispunha. Ainda que tivesse lançado sucessos como “Metal Slug” e as várias versões de “The King of Fighters”, a situação financeira da SNK ficava cada vez mais difícil. De nada adiantou certas investidas comerciais que se provaram verdadeiras falhas, como o Neo-Geo CD, que é mais conhecido pelos seus “loadings” infinitos, o portátil Neo-Geo Pocket (e depois o Color) e a placa Hyper Neo Geo 64, com os tão desejados gráficos 3D.



Em 2001, a SNK vai à falência, mas logo é comprada pela Playmore (atual SNK-Playmore), um conglomerado de ex-programadores e novos investidores que ainda viam futuro, sobretudo, na força dos personagens da empresa.

Oficialmente, o último jogo da plataforma é “Samurai Shodown V Special”, lançado em julho de 2004. Muitos fãs reclamam, até hoje, que os jogos nunca mais foram os mesmos. Mas isso, é assunto para outra matéria.

Atualmente, um grupo alemão independente que atende pelo nome de NG:DEV.TEAM ainda se aventura na programação para o Neo-Geo. O game de tiro espacial “Last Hope” foi fruto dessa insistência e viu a luz do dia em meados de 2006. O mesmo grupo promete lançar seu segundo projeto, chamado”Fast Striker”, ainda em 2010.

Por conta das comemorações de 20 anos do console, o serviço de assistência técnica do videogame, fechado desde 2007, foi reaberto. Em comemoração a este ano tão importante a SNK-Playmore segue lançando versões de seus jogos na Xbox Live e Virtual Console, da Nintendo, enquanto o PS3 recebe adaptações dos jogos lançados no primeiro aparelho da Sony.

Este ano, um game de naves chamado de “Neogeo Heroes – Ultimate Shooting” foi lançado para o PSP, enquanto The King of Fighters XIII chegou aos arcades japoneses, mas ainda não tem data para lançamento nos consoles. Resta aos fãs aguardarem por uma nova reviravolta na história da sua cultuada SNK.





fonte: http://www.clubedos5.com.br/games/materia-especial-20-anos-do-neo-geo/#more-16561




______________________ Assinatura ______________________

Minhas putas reversas:

Leinad, Bonatti, kaneda, burn, stonehead, furia, perikito, yon, punch, galdius, guitto, Henrico D. Santo, oblivion, ruffuswood, ricardo, vrebuli, chokko, jurianSutter, putz grilla, beckman, escher86, beto, paulo damme, soler, jhonny, marvox, dopefish, imperfect, Ianyan, zardo, bjdomagrO, Unclescrooge neto kosovo, chico, zephyrous, jail e voce

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
saudades da snk e não da playfodemore

a primeira vez que vi um neogeo foi com o game fatal fury 1

joguei horres, gastei uns trocados em fichas, mas joguei
o console, joguei na casa dum primo abastado, o filho da puta tinha o kof94 e o ikari warriors

saudades


descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
@unclescrooge escreveu:
saudades da snk e não da playfodemore

a primeira vez que vi um neogeo foi com o game fatal fury 1

joguei horres, gastei uns trocados em fichas, mas joguei
o console, joguei na casa dum primo abastado, o filho da puta tinha o kof94 e o ikari warriors

saudades




somente os milhonarios tinham o NEO GEO.

______________________ Assinatura ______________________

Minhas putas reversas:

Leinad, Bonatti, kaneda, burn, stonehead, furia, perikito, yon, punch, galdius, guitto, Henrico D. Santo, oblivion, ruffuswood, ricardo, vrebuli, chokko, jurianSutter, putz grilla, beckman, escher86, beto, paulo damme, soler, jhonny, marvox, dopefish, imperfect, Ianyan, zardo, bjdomagrO, Unclescrooge neto kosovo, chico, zephyrous, jail e voce

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
Neo Geo = melhor videogame do universo !

The King Of Fighters = melhor franquia de luta do universo !

É uma pena que a Playnomore tenha fodido com tudo que era bom na SNK.

Só resta a saudade mesmo...

Ainda vou ter um Neo Geo AES pra se juntar ao meu Neo Geo CD.

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
neo geo era o console dos playboys. Sorriso

______________________ Assinatura ______________________

Minhas putas reversas:

Leinad, Bonatti, kaneda, burn, stonehead, furia, perikito, yon, punch, galdius, guitto, Henrico D. Santo, oblivion, ruffuswood, ricardo, vrebuli, chokko, jurianSutter, putz grilla, beckman, escher86, beto, paulo damme, soler, jhonny, marvox, dopefish, imperfect, Ianyan, zardo, bjdomagrO, Unclescrooge neto kosovo, chico, zephyrous, jail e voce

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
agora que vi que o usopp ja tinha postado.

modifiquei porque botei esse no uol tb.

______________________ Assinatura ______________________

Minhas putas reversas:

Leinad, Bonatti, kaneda, burn, stonehead, furia, perikito, yon, punch, galdius, guitto, Henrico D. Santo, oblivion, ruffuswood, ricardo, vrebuli, chokko, jurianSutter, putz grilla, beckman, escher86, beto, paulo damme, soler, jhonny, marvox, dopefish, imperfect, Ianyan, zardo, bjdomagrO, Unclescrooge neto kosovo, chico, zephyrous, jail e voce

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
SNK eterna: roteiros muito bem trabalhados e trilha sonora marcantes em jogos de luta... coisa que ninguém sabe fazer mais.

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
Pra mim Samurai 2 é o game de luta mais fodástico do mundo, perfeito pra um Versus. King of fighters eu curto o que a maioria menos curte, a versão de 1994 ( a de 95 tb curto um pouco).

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
nunca tive interesse no Neo Geo, a biblioteca de jogos não me agrada (exceto metal slug, last blade e samurai shodow)

mas confesso que o console é bem interessante

______________________ Assinatura ______________________

PANELA HUE
PANELA DOS USUÁRIOS DE 2010
PANELA BOLACHA MASTER RACE
PANELA VEM METEORO
PANELA ITALIANOS FASCISTAS
PANELA VOLTA PANGEIA

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
@Dopefish escreveu:
nunca tive interesse no Neo Geo, a biblioteca de jogos não me agrada (exceto metal slug, last blade e samurai shodow)

mas confesso que o console é bem interessante


herege... :;bigode;:

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
Saudades do neogeo, lembro do futebol toscão que jogava nele...

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
Essa capa do Haohmaru com palito na boca é badass demais.



Até nisso a SNK fodia a concorrência.
Pena que deixaram escapar o desenhista pra Capcom.

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
essa e uma das capas + badass e foda que um console ja teve




num vejo a hora de chega meu neo geo cd xD

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
Neo Geo era foda mas era igual caviar, só rico jogava...

Um colega do meu irmão tinha e quando joguei fiquei surpreso com a qualidade gráfica, jogos monstruosos e aqueles cartuchões de 1 metro de comprimento davam um charme grande no console, o único problema na minha opinião era o controle, acho que sou a única pessoa do mundo que odeia aqueles controles de arcade...

descriptionRe: Matéria Especial: 20 anos do Neo-Geo

more_horiz
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum