Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Bonatti
Moderador
Moderador
Mensagens : 41635
RetroPontos : 22221
Data de inscrição : 23/07/2010
Idade : 29
Localização : São Paulo
http://www.facebook.com/profile.php?id=1274665507

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qua 04 Jul 2018, 10:43
dukemagus escreveu:
Aproveitando, alguém lembra o preço de lançamento do GTA 5 no brasil?

Deve ter sido 199 reais. Era o preço na epoca.

______________________ Assinatura ______________________

OUÇAM MINHA BANDA, DARK INQUISITION, NO SPOTIFY!
https://open.spotify.com/artist/11fYa3b3AGDG3IxyN1Qt58

http://www.superamibos.com/

Consoles, Perfis, Gametags e Acessórios:


Playstation 4
PSN: GBonatti


Nintendo Switch
Friend Code: 1909-3655-7582x


Playstation 3 Super Slim HD 250GB
PSN: GBonatti


WII U Black
Nintendo Network: GBonatti


Nintendo Wii

Nintendo 3DS Cosmo Black
Bonatti
Friend Code: 5112 - 3827 - 0556


PC:
INTEL I7 4790 3.60GHZ 4ª GERAÇÃO
16GB DDR3
SSHD 1TB
GTX 1080 TI
Steam: B0NATTI
Origin: GBonatti


Super Nintendo - Mega Drive - Sega CD - Game Boy Color - Nintendo 64


Twitter: G_Bonatti
avatar
Bonatti
Moderador
Moderador
Mensagens : 41635
RetroPontos : 22221
Data de inscrição : 23/07/2010
Idade : 29
Localização : São Paulo
http://www.facebook.com/profile.php?id=1274665507

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qua 04 Jul 2018, 10:44
Also, Netflix é coisa linda, mas ta sempre no prejuízo. Da pra questionar se o modelo deles realmente está dando certo.

______________________ Assinatura ______________________

OUÇAM MINHA BANDA, DARK INQUISITION, NO SPOTIFY!
https://open.spotify.com/artist/11fYa3b3AGDG3IxyN1Qt58

http://www.superamibos.com/

Consoles, Perfis, Gametags e Acessórios:


Playstation 4
PSN: GBonatti


Nintendo Switch
Friend Code: 1909-3655-7582x


Playstation 3 Super Slim HD 250GB
PSN: GBonatti


WII U Black
Nintendo Network: GBonatti


Nintendo Wii

Nintendo 3DS Cosmo Black
Bonatti
Friend Code: 5112 - 3827 - 0556


PC:
INTEL I7 4790 3.60GHZ 4ª GERAÇÃO
16GB DDR3
SSHD 1TB
GTX 1080 TI
Steam: B0NATTI
Origin: GBonatti


Super Nintendo - Mega Drive - Sega CD - Game Boy Color - Nintendo 64


Twitter: G_Bonatti
avatar
Guitto
Moderador
Moderador
Mensagens : 28303
RetroPontos : 16396
Data de inscrição : 18/03/2011
Idade : 32
Localização : Porto Alegre

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qua 04 Jul 2018, 14:49
Galera, botem uma coisa na cabeça: DUZENTOS E CINQUENTA REAIS É UMA EXCLUSIVIDADE BRASILEIRA. Não é base de nada. O iPhone é caro aqui, os carros são caros aqui, consoles são caros aqui, SER BRASILEIRO É CARO PRA CARALHO. Ali, no Chile, a galera já não tem esses problemas. Nos EUA então, nem se fala. É 60 Trumps há MUITO TEMPO, inclusive esse preço ta defasado pra porra. Não a toa as empresas lançam tudo que é tipo de conteúdo pra monetizar em cima de um jogo.

______________________ Assinatura ______________________

Panela dos sulistas.




"The people who speak about the “next generation” are people who don’t know games" - Hiroshi Yamauchi
avatar
dukemagus
Frenetico
Frenetico
Mensagens : 4283
RetroPontos : 4711
Data de inscrição : 27/04/2011
Idade : 27
Localização : Gravataí/RS

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qua 04 Jul 2018, 20:48
Guitto escreveu:Galera, botem uma coisa na cabeça: DUZENTOS E CINQUENTA REAIS É UMA EXCLUSIVIDADE BRASILEIRA. Não é base de nada. O iPhone é caro aqui, os carros são caros aqui, consoles são caros aqui, SER BRASILEIRO É CARO PRA CARALHO. Ali, no Chile, a galera já não tem esses problemas. Nos EUA então, nem se fala. É 60 Trumps há MUITO TEMPO, inclusive esse preço ta defasado pra porra. Não a toa as empresas lançam tudo que é tipo de conteúdo pra monetizar em cima de um jogo.

Preço defasado ou empresas que aumentam os custos mais rápidos do que a clientela. Mercado de games aumenta todo ano, em 2017 a receita foi 125 bilhões de dólares. Filmes e TV estão perto de 300 bilhões anuais.

Ainda assim, o "medalhão" da indústria de games (GTA 5) tem custo total estimado de 265 milhões. Chega BEM perto do orçamento de um filme cheio de estrelas caríssimas, tipo o último vingadores, mas com um rabo muito menor: não tem mega projeto transmídia para lucrar em todo meio possível (brinquedo, 350 spinoffs para celular todos com moedas verdes para comprar, colecionável, camisa, enfeite, etc.) Quando muito a grana do GTA Online e alguns itens de colecionador. É um puta dum investimento com um alcance bem menor.

É uma laranja com menos suco para espremer, e deixar mais caro não vai magicamente equilibrar o mercado e fazer os DLCs cretinos sumirem. Mais provável é que se o público geral aceitar um reajuste global dos preços de games (para, digamos, uns 80 dólares), vão existir projetos ainda mais megalomaníacos pedindo os 80 e mais uma penca de DLCs. E diferente de um filme, quase nunca dá para separar o produto principal e pegar só os derivados. Eu posso não ver o guerra infinita e comprar um bonequinho do Thanos, mas não posso jogar uma side quest de Mass effect sem comprar o jogo principal antes do DLC.
avatar
Gordola da Station
Medio-Retro
Medio-Retro
Mensagens : 1321
RetroPontos : 1233
Data de inscrição : 01/10/2016
Localização : SP

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qua 04 Jul 2018, 21:36
Guitto escreveu:Galera, botem uma coisa na cabeça: DUZENTOS E CINQUENTA REAIS É UMA EXCLUSIVIDADE BRASILEIRA. Não é base de nada. O iPhone é caro aqui, os carros são caros aqui, consoles são caros aqui, SER BRASILEIRO É CARO PRA CARALHO. Ali, no Chile, a galera já não tem esses problemas. Nos EUA então, nem se fala. É 60 Trumps há MUITO TEMPO, inclusive esse preço ta defasado pra porra. Não a toa as empresas lançam tudo que é tipo de conteúdo pra monetizar em cima de um jogo.

O Brasil junta: impostos extorsivos de um governo vagabundo (custo brasil) + empresários espertinhos que exercem lucros acima da média pq o povo paga e não tem escolha (lucro brasil)


Última edição por Gordola da Station em Qui 05 Jul 2018, 06:12, editado 1 vez(es)
avatar
Monterazo
Semi-amador
Semi-amador
Mensagens : 431
RetroPontos : 783
Data de inscrição : 29/10/2017
Idade : 38
Localização : Retrô Gamer dos anos 80 e 90

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qua 04 Jul 2018, 22:10
Gordola da Station escreveu:
Guitto escreveu:Galera, botem uma coisa na cabeça: DUZENTOS E CINQUENTA REAIS É UMA EXCLUSIVIDADE BRASILEIRA. Não é base de nada. O iPhone é caro aqui, os carros são caros aqui, consoles são caros aqui, SER BRASILEIRO É CARO PRA CARALHO. Ali, no Chile, a galera já não tem esses problemas. Nos EUA então, nem se fala. É 60 Trumps há MUITO TEMPO, inclusive esse preço ta defasado pra porra. Não a toa as empresas lançam tudo que é tipo de conteúdo pra monetizar em cima de um jogo.

O Brasil junta: impostos extorsivos de um governo vagabundo (custo brasil) + empresários espertinhos que exercem lucros acima da médica pq o povo paga e não tem escolha (lucro brasil)

Eu sei muito bem como é esse desabafo do Guitto. E com certeza Gordola, as vezes sinto raiva em assistir o Jornal Nacional quase todos os dias com tantas e tantas roubalheiras, e quando tem a parte do "O que dizem os envolvidos" todo mundo negando e falando que nunca fez nada, mas as provas tudo indicando que sim, eu fico com mais raiva ainda, e ainda temos um juiz que solta todo mundo.

Cara, falar do Brasil parece que só apenas do Futebol nesse momento.
avatar
Putz Grila!
Socio do Forum
Socio do Forum
Mensagens : 15350
RetroPontos : 6616
Data de inscrição : 20/07/2010
Idade : 32
Localização : Sampa
http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=1506405193

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qui 05 Jul 2018, 12:09
paz aos gordos
avatar
Jail
Moderador
Moderador
Mensagens : 13092
RetroPontos : 10860
Data de inscrição : 20/07/2010
Idade : 41
Localização : Brasília
http://arquivojail.wordpress.com/

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qui 05 Jul 2018, 17:27
Bonatti escreveu:
dukemagus escreveu:
Aproveitando, alguém lembra o preço de lançamento do GTA 5 no brasil?

Deve ter sido 199 reais. Era o preço na epoca.

This.

Na época, PS3 lançamento era essa faixa 199 reais. Acho que geral: exclusivos e thirdies Agora no PS4 subiu pra 250 os thirdies, mas os exclusivos da Sony são ainda 199 reais.

______________________ Assinatura ______________________

No More Gamer

PSN: JailRocha

:nes: :snes: :n64: :wii: :wiiu: :genesis: :k360: :ps2: :ps3: :ps4:

avatar
Gordola da Station
Medio-Retro
Medio-Retro
Mensagens : 1321
RetroPontos : 1233
Data de inscrição : 01/10/2016
Localização : SP

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qui 05 Jul 2018, 21:48
Putz Grila! escreveu:paz aos gordos
isso ae
avatar
Putz Grila!
Socio do Forum
Socio do Forum
Mensagens : 15350
RetroPontos : 6616
Data de inscrição : 20/07/2010
Idade : 32
Localização : Sampa
http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=1506405193

Re: A ironia da pirataria no switch

em Sex 06 Jul 2018, 07:30
Gordola da Station escreveu:
Putz Grila! escreveu:paz aos gordos
isso ae

gordos unidos Óculos de sol
avatar
Gordola da Station
Medio-Retro
Medio-Retro
Mensagens : 1321
RetroPontos : 1233
Data de inscrição : 01/10/2016
Localização : SP

Re: A ironia da pirataria no switch

em Sex 06 Jul 2018, 09:14
Putz Grila! escreveu:
Gordola da Station escreveu:
Putz Grila! escreveu:paz aos gordos
isso ae

gordos unidos Óculos de sol  
avatar
Bonatti
Moderador
Moderador
Mensagens : 41635
RetroPontos : 22221
Data de inscrição : 23/07/2010
Idade : 29
Localização : São Paulo
http://www.facebook.com/profile.php?id=1274665507

Re: A ironia da pirataria no switch

em Ter 10 Jul 2018, 12:34
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
dukemagus escreveu:
Guitto escreveu:Galera, botem uma coisa na cabeça: DUZENTOS E CINQUENTA REAIS É UMA EXCLUSIVIDADE BRASILEIRA. Não é base de nada. O iPhone é caro aqui, os carros são caros aqui, consoles são caros aqui, SER BRASILEIRO É CARO PRA CARALHO. Ali, no Chile, a galera já não tem esses problemas. Nos EUA então, nem se fala. É 60 Trumps há MUITO TEMPO, inclusive esse preço ta defasado pra porra. Não a toa as empresas lançam tudo que é tipo de conteúdo pra monetizar em cima de um jogo.

Preço defasado ou empresas que aumentam os custos mais rápidos do que a clientela. Mercado de games aumenta todo ano, em 2017 a receita foi 125 bilhões de dólares. Filmes e TV estão perto de 300 bilhões anuais.

Ainda assim, o "medalhão" da indústria de games (GTA 5) tem custo total estimado de 265 milhões. Chega BEM perto do orçamento de um filme cheio de estrelas caríssimas, tipo o último vingadores, mas com um rabo muito menor: não tem mega projeto transmídia para lucrar em todo meio possível (brinquedo, 350 spinoffs para celular todos com moedas verdes para comprar, colecionável, camisa, enfeite, etc.) Quando muito a grana do GTA Online e alguns itens de colecionador. É um puta dum investimento com um alcance bem menor.

É uma laranja com menos suco para espremer, e deixar mais caro não vai magicamente equilibrar o mercado e fazer os DLCs cretinos sumirem. Mais provável é que se o público geral aceitar um reajuste global dos preços de games (para, digamos, uns 80 dólares), vão existir projetos ainda mais megalomaníacos pedindo os 80 e mais uma penca de DLCs. E diferente de um filme, quase nunca dá para separar o produto principal e pegar só os derivados. Eu posso não ver o guerra infinita e comprar um bonequinho do Thanos, mas não posso jogar uma side quest de Mass effect sem comprar o jogo principal antes do DLC.

Quando muito a grana do GTA Online e alguns itens de colecionador.
Mano, GTA Online e toda a forma como ele foi estruturado ta LONGE de ser pouca merda (e até de ser algo moralmente aceito.... eles conseguiram fazer pior doq a EA, Warner e qualquer uma dessas empresas mas todo mundo faz vista grossa pq é GTA, hauhuahuahauuha).

E não,o preço ta defasado.... ao menos q vc espera q os jogos tenham orçamento de jogo de PS2 hj em dia, pq qualquer mudança tecnologia = mais gente trabalhando por mais tempo.
Galera adora usar esse argumento de que "ninguem pediu pra jogo ser caro" quando é conveniente, mas depois fica xingando a Konami pq não deu mais 10 anos de salario pro Kojima continuar MGS V.

Quase concordo com seu último argumento, realmente o jogo podia custar 80 dolares (na real, já custa, Gold Editio e coisas do tipo, q quando bem feitas acho bem vindas), mas o final não fez sentido algum. Obvio q vc não pode jogar a missão extra sem ter o jogo base, da mesma forma q vc não pode ver os extras do filme sem comprar o DVD e coisas do tipo (estou, obviamente, ignorando pirataria). Mas da mesma forma q vc pode comprar o boneco do Thanos sem ver o filme (vc faz isso?) vc pode comprar qualquer merchandising do jogo sem ter ele de boa.
Comparar Merchandising com DLC não tem sentido nenhum.

______________________ Assinatura ______________________

OUÇAM MINHA BANDA, DARK INQUISITION, NO SPOTIFY!
https://open.spotify.com/artist/11fYa3b3AGDG3IxyN1Qt58

http://www.superamibos.com/

Consoles, Perfis, Gametags e Acessórios:


Playstation 4
PSN: GBonatti


Nintendo Switch
Friend Code: 1909-3655-7582x


Playstation 3 Super Slim HD 250GB
PSN: GBonatti


WII U Black
Nintendo Network: GBonatti


Nintendo Wii

Nintendo 3DS Cosmo Black
Bonatti
Friend Code: 5112 - 3827 - 0556


PC:
INTEL I7 4790 3.60GHZ 4ª GERAÇÃO
16GB DDR3
SSHD 1TB
GTX 1080 TI
Steam: B0NATTI
Origin: GBonatti


Super Nintendo - Mega Drive - Sega CD - Game Boy Color - Nintendo 64


Twitter: G_Bonatti
avatar
dukemagus
Frenetico
Frenetico
Mensagens : 4283
RetroPontos : 4711
Data de inscrição : 27/04/2011
Idade : 27
Localização : Gravataí/RS

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qui 12 Jul 2018, 01:42
Reputação da mensagem: 0% (2 votos)
Faz sentido pelas razões citadas na postagem que tu mesmo citou: é uma laranja com menos suco para espremer. Assim como tu fala que o GTA online faz muita grana, a Marvel tem hoje (12/07) 2 títulos na listade aplicativos mais rentáveis do android, (contest of champions e future fight) e por pouco 2 no top 50 da apple (future fight em 22 e strike force em 52)

E isso sem contar quadrinhos, desenho, filme, brinquedo, etc. Cinema blockbuster tem uma cauda muito maior. Jogo "Triple A" tem bem menos disso. mesmo que, usando o exemplo, o GTA Online faça uma fortuna com dinheiro do game, depois do game e desse online, onde mais essa obra traz retorno?

Fora isso, tem a parte que tu tirou de contexto: games não conseguem vender conteúdo paralelo sem o principal. Os jogos de celular que eu citei acima não te obrigam a pagar o ingresso pelo filme mais novo da marvel (pelo contrário, ajuda a despertar interesse e vender ingresso). Quase nenhum projeto grande de games consegue fazer isso hoje. Blizzard com hearthstone (talvez Heroes of the Storm), EA com as licenças de esporte fazendo jogo de colecionar jogadores no celular e Witcher com Gwent.
Square tentou fazer a mesma coisa com o final fantasy XV, mas a square tem o jeito dela de fazer tudo mais caro. o Filme Kingsglaive é lindo (besta, mas lindo mesmo assim), pegou umas notas mais ou menos de crítica e arrecadação no cinema de 7 milhões. Dos spinoffs o Justice Monsters five já saiu de serviço e o outro jogo que tem para celular parece um outro game sem nenhuma relação com droga nenhuma, mas com uma skin de final fantasy em cima (tipo aqueles mods de GTA Spider-Man).

Nos demais, o que sobra é encarecer o produto vendendo partes dele separadas, não tem o alcance, tamanho de mercado e formas de diversificação que o cinema, mas já carrega orçamentos quase tão grandes quanto. Imagina se a única forma do novo Jurassic park ou o futuro filme da capitã marvel rentabilizar de verdade o projeto fora o ingresso fosse cobrar na sala de cinema mesmo para ver cenas extras ou piadinhas pós créditos?

Então, de novo: é uma laranja com menos suco para espremer, e fazer projetos cada vez mais caros não é sensato.



Ainda sobre preço de games, mais um para a lista do "250 reais é putaria"
https://www.theenemy.com.br/playstation/no-brasil-darksiders-iii-sai-por-r-119-no-xbox-one-e-r-230-no-ps4
avatar
Putz Grila!
Socio do Forum
Socio do Forum
Mensagens : 15350
RetroPontos : 6616
Data de inscrição : 20/07/2010
Idade : 32
Localização : Sampa
http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=1506405193

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qui 12 Jul 2018, 09:58
discussão boa aqui Bigode
avatar
Gordola da Station
Medio-Retro
Medio-Retro
Mensagens : 1321
RetroPontos : 1233
Data de inscrição : 01/10/2016
Localização : SP

Re: A ironia da pirataria no switch

em Sex 13 Jul 2018, 06:37
A questão fundamental sobre o preço dos games é: o que o consumidor prefere, um jogo mais caro "completo" ou um jogo mais barato com microtransações e outras formas de capitalizar em cima do game.

Eu prefiro as microtransações. Acho que, dependendo de como for feito, como no caso do GTA, não é nocivo à "justiça" dentro do jogo e gera mais grana para a empresa. É claro que certas posturas como a da EA acabam denegrindo a ideia de microtransações. Mas foram tão criticados que pode ser que melhorem um pouco suas práticas. Além disso, o usuário comum paga pelo jogo mais barato, joga, vê se gosta e, se curtir mesmo, dá mais dinheiro para a empresa com dlcs, microtransações, etc. Se não curtir, pelo menos deu algum dinheiro para a empresa.
Mesmo assim, a subida dos preços será inevitável em algum momento.

avatar
Guitto
Moderador
Moderador
Mensagens : 28303
RetroPontos : 16396
Data de inscrição : 18/03/2011
Idade : 32
Localização : Porto Alegre

Re: A ironia da pirataria no switch

em Sex 13 Jul 2018, 11:41
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
dukemagus escreveu:Faz sentido pelas razões citadas na postagem que tu mesmo citou: é uma laranja com menos suco para espremer. Assim como tu fala que o GTA online faz muita grana, a Marvel tem hoje (12/07) 2 títulos na listade aplicativos mais rentáveis do android, (contest of champions e future fight) e por pouco 2 no top 50 da apple (future fight em 22 e strike force em 52)

E isso sem contar quadrinhos, desenho, filme, brinquedo, etc. Cinema blockbuster tem uma cauda muito maior. Jogo "Triple A" tem bem menos disso. mesmo que, usando o exemplo, o GTA Online faça uma fortuna com dinheiro do game, depois do game e desse online, onde mais essa obra traz retorno?

Fora isso, tem a parte que tu tirou de contexto: games não conseguem vender conteúdo paralelo sem o principal. Os jogos de celular que eu citei acima não te obrigam a pagar o ingresso pelo filme mais novo da marvel (pelo contrário, ajuda a despertar interesse e vender ingresso). Quase nenhum projeto grande de games consegue fazer isso hoje. Blizzard com hearthstone (talvez Heroes of the Storm), EA com as licenças de esporte fazendo jogo de colecionar jogadores no celular e Witcher com Gwent.
Square tentou fazer a mesma coisa com o final fantasy XV, mas a square tem o jeito dela de fazer tudo mais caro. o Filme Kingsglaive é lindo (besta, mas lindo mesmo assim), pegou umas notas mais ou menos de crítica e arrecadação no cinema de 7 milhões. Dos spinoffs o Justice Monsters five já saiu de serviço e o outro jogo que tem para celular parece um outro game sem nenhuma relação com droga nenhuma, mas com uma skin de final fantasy em cima (tipo aqueles mods de GTA Spider-Man).

Nos demais, o que sobra é encarecer o produto vendendo partes dele separadas, não tem o alcance, tamanho de mercado e formas de diversificação que o cinema, mas já carrega orçamentos quase tão grandes quanto. Imagina se a única forma do novo Jurassic park ou o futuro filme da capitã marvel rentabilizar de verdade o projeto fora o ingresso fosse cobrar na sala de cinema mesmo para ver cenas extras ou piadinhas pós créditos?

Então, de novo: é uma laranja com menos suco para espremer, e fazer projetos cada vez mais caros não é sensato.



Ainda sobre preço de games, mais um para a lista do "250 reais é putaria"
https://www.theenemy.com.br/playstation/no-brasil-darksiders-iii-sai-por-r-119-no-xbox-one-e-r-230-no-ps4

Acima de tudo, é fundamental ressaltar que o aumento do diálogo entre os diferentes setores produtivos ainda não demonstrou convincentemente que vai participar na mudança do levantamento das variáveis envolvidas. O incentivo ao avanço tecnológico, assim como o desafiador cenário globalizado faz parte de um processo de gestão das novas proposições. Todas estas questões, devidamente ponderadas, levantam dúvidas sobre se a estrutura atual da organização obstaculiza a apreciação da importância do sistema de participação geral. Caros amigos, a adoção de políticas descentralizadoras acarreta um processo de reformulação e modernização das regras de conduta normativas.

A prática cotidiana prova que o consenso sobre a necessidade de qualificação exige a precisão e a definição dos índices pretendidos. No mundo atual, a competitividade nas transações comerciais é uma das consequências do remanejamento dos quadros funcionais. O empenho em analisar a valorização de fatores subjetivos desafia a capacidade de equalização do orçamento setorial.

Por outro lado, a necessidade de renovação processual prepara-nos para enfrentar situações atípicas decorrentes do sistema de formação de quadros que corresponde às necessidades. Todavia, o comprometimento entre as equipes garante a contribuição de um grupo importante na determinação do investimento em reciclagem técnica. O cuidado em identificar pontos críticos na consolidação das estruturas nos obriga à análise das diversas correntes de pensamento. Por conseguinte, o início da atividade geral de formação de atitudes aponta para a melhoria das diretrizes de desenvolvimento para o futuro. Neste sentido, a expansão dos mercados mundiais cumpre um papel essencial na formulação da gestão inovadora da qual fazemos parte.

É claro que o novo modelo estrutural aqui preconizado facilita a criação dos relacionamentos verticais entre as hierarquias. Do mesmo modo, o entendimento das metas propostas assume importantes posições no estabelecimento das formas de ação. Percebemos, cada vez mais, que a mobilidade dos capitais internacionais causa impacto indireto na reavaliação do fluxo de informações. A nível organizacional, o julgamento imparcial das eventualidades deve passar por modificações independentemente do processo de comunicação como um todo.

No entanto, não podemos esquecer que a hegemonia do ambiente político apresenta tendências no sentido de aprovar a manutenção dos procedimentos normalmente adotados. É importante questionar o quanto a determinação clara de objetivos estimula a padronização das posturas dos órgãos dirigentes com relação às suas atribuições. Nunca é demais lembrar o peso e o significado destes problemas, uma vez que a consulta aos diversos militantes possibilita uma melhor visão global do impacto na agilidade decisória.

Assim mesmo, a execução dos pontos do programa auxilia a preparação e a composição das condições inegavelmente apropriadas. Não obstante, a percepção das dificuldades pode nos levar a considerar a reestruturação de alternativas às soluções ortodoxas. Pensando mais a longo prazo, o desenvolvimento contínuo de distintas formas de atuação não pode mais se dissociar dos níveis de motivação departamental.

O que temos que ter sempre em mente é que o fenômeno da Internet afeta positivamente a correta previsão dos modos de operação convencionais. Ainda assim, existem dúvidas a respeito de como a crescente influência da mídia maximiza as possibilidades por conta dos conhecimentos estratégicos para atingir a excelência. Podemos já vislumbrar o modo pelo qual o surgimento do comércio virtual talvez venha a ressaltar a relatividade de todos os recursos funcionais envolvidos. As experiências acumuladas demonstram que a revolução dos costumes promove a alavancagem dos métodos utilizados na avaliação de resultados.

Gostaria de enfatizar que a contínua expansão de nossa atividade estende o alcance e a importância das condições financeiras e administrativas exigidas. Evidentemente, a constante divulgação das informações representa uma abertura para a melhoria dos paradigmas corporativos. Desta maneira, a complexidade dos estudos efetuados oferece uma interessante oportunidade para verificação das direções preferenciais no sentido do progresso. A certificação de metodologias que nos auxiliam a lidar com o acompanhamento das preferências de consumo agrega valor ao estabelecimento do retorno esperado a longo prazo. Acima de tudo, é fundamental ressaltar que o surgimento do comércio virtual causa impacto indireto na reavaliação do levantamento das variáveis envolvidas.

O cuidado em identificar pontos críticos no desafiador cenário globalizado faz parte de um processo de gestão das novas proposições. Todas estas questões, devidamente ponderadas, levantam dúvidas sobre se a estrutura atual da organização promove a alavancagem das diretrizes de desenvolvimento para o futuro. No entanto, não podemos esquecer que o aumento do diálogo entre os diferentes setores produtivos acarreta um processo de reformulação e modernização dos procedimentos normalmente adotados. É claro que o consenso sobre a necessidade de qualificação maximiza as possibilidades por conta das direções preferenciais no sentido do progresso.

Por conseguinte, a necessidade de renovação processual talvez venha a ressaltar a relatividade do retorno esperado a longo prazo. O empenho em analisar a valorização de fatores subjetivos desafia a capacidade de equalização dos níveis de motivação departamental. Neste sentido, o comprometimento entre as equipes não pode mais se dissociar das regras de conduta normativas. Evidentemente, a crescente influência da mídia cumpre um papel essencial na formulação do investimento em reciclagem técnica.

O incentivo ao avanço tecnológico, assim como o acompanhamento das preferências de consumo possibilita uma melhor visão global dos conhecimentos estratégicos para atingir a excelência. Nunca é demais lembrar o peso e o significado destes problemas, uma vez que a adoção de políticas descentralizadoras aponta para a melhoria de todos os recursos funcionais envolvidos. Por outro lado, a complexidade dos estudos efetuados oferece uma interessante oportunidade para verificação do impacto na agilidade decisória. A prática cotidiana prova que o novo modelo estrutural aqui preconizado afeta positivamente a correta previsão dos métodos utilizados na avaliação de resultados. Todavia, a revolução dos costumes ainda não demonstrou convincentemente que vai participar na mudança do sistema de participação geral.

Percebemos, cada vez mais, que o desenvolvimento contínuo de distintas formas de atuação obstaculiza a apreciação da importância dos paradigmas corporativos. A nível organizacional, a percepção das dificuldades agrega valor ao estabelecimento das diversas correntes de pensamento. O que temos que ter sempre em mente é que a hegemonia do ambiente político prepara-nos para enfrentar situações atípicas decorrentes dos índices pretendidos. É importante questionar o quanto a determinação clara de objetivos exige a precisão e a definição das posturas dos órgãos dirigentes com relação às suas atribuições.

Do mesmo modo, a consulta aos diversos militantes é uma das consequências da gestão inovadora da qual fazemos parte. Ainda assim, existem dúvidas a respeito de como o entendimento das metas propostas auxilia a preparação e a composição das condições inegavelmente apropriadas. Gostaria de enfatizar que a competitividade nas transações comerciais pode nos levar a considerar a reestruturação das condições financeiras e administrativas exigidas.

Assim mesmo, a consolidação das estruturas deve passar por modificações independentemente do orçamento setorial. Pensando mais a longo prazo, a expansão dos mercados mundiais apresenta tendências no sentido de aprovar a manutenção dos relacionamentos verticais entre as hierarquias. Desta maneira, o julgamento imparcial das eventualidades assume importantes posições no estabelecimento dos modos de operação convencionais.

No mundo atual, o início da atividade geral de formação de atitudes nos obriga à análise das formas de ação. Não obstante, a execução dos pontos do programa estimula a padronização do processo de comunicação como um todo. As experiências acumuladas demonstram que a contínua expansão de nossa atividade estende o alcance e a importância de alternativas às soluções ortodoxas. Podemos já vislumbrar o modo pelo qual a constante divulgação das informações representa uma abertura para a melhoria do fluxo de informações.

Caros amigos, o fenômeno da Internet garante a contribuição de um grupo importante na determinação do sistema de formação de quadros que corresponde às necessidades. A certificação de metodologias que nos auxiliam a lidar com a mobilidade dos capitais internacionais facilita a criação do remanejamento dos quadros funcionais. Acima de tudo, é fundamental ressaltar que a hegemonia do ambiente político apresenta tendências no sentido de aprovar a manutenção do levantamento das variáveis envolvidas.

O cuidado em identificar pontos críticos no acompanhamento das preferências de consumo auxilia a preparação e a composição das novas proposições. Ainda assim, existem dúvidas a respeito de como o comprometimento entre as equipes causa impacto indireto na reavaliação das condições financeiras e administrativas exigidas. As experiências acumuladas demonstram que a contínua expansão de nossa atividade acarreta um processo de reformulação e modernização dos paradigmas corporativos. É claro que a competitividade nas transações comerciais maximiza as possibilidades por conta do fluxo de informações.

Podemos já vislumbrar o modo pelo qual o consenso sobre a necessidade de qualificação é uma das consequências do impacto na agilidade decisória. O empenho em analisar a crescente influência da mídia desafia a capacidade de equalização do orçamento setorial. A nível organizacional, a estrutura atual da organização não pode mais se dissociar dos índices pretendidos.

Por outro lado, o surgimento do comércio virtual cumpre um papel essencial na formulação das diretrizes de desenvolvimento para o futuro. Evidentemente, a necessidade de renovação processual possibilita uma melhor visão global de todos os recursos funcionais envolvidos. É importante questionar o quanto o desafiador cenário globalizado aponta para a melhoria das regras de conduta normativas. Todas estas questões, devidamente ponderadas, levantam dúvidas sobre se a complexidade dos estudos efetuados estende o alcance e a importância do sistema de formação de quadros que corresponde às necessidades.

A prática cotidiana prova que o novo modelo estrutural aqui preconizado ainda não demonstrou convincentemente que vai participar na mudança dos métodos utilizados na avaliação de resultados. Pensando mais a longo prazo, a expansão dos mercados mundiais facilita a criação do sistema de participação geral. Por conseguinte, a consulta aos diversos militantes obstaculiza a apreciação da importância de alternativas às soluções ortodoxas. No mundo atual, o entendimento das metas propostas promove a alavancagem das diversas correntes de pensamento.

______________________ Assinatura ______________________

Panela dos sulistas.




"The people who speak about the “next generation” are people who don’t know games" - Hiroshi Yamauchi
avatar
Antonio Neto
Moderador
Moderador
Mensagens : 28910
RetroPontos : 14778
Data de inscrição : 19/07/2010
Idade : 32

Re: A ironia da pirataria no switch

em Sex 13 Jul 2018, 15:39
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
gta nao é parametro pra nada, nao vale nem 2 linhas de argumento que use gta como base.

preço alto de jogo digital BR ser caro é burrice e falta de visão da publisher. steam e seus preços regionais já mostraram como deve ser feito.

______________________ Assinatura ______________________

PANELA HUE
PANELA CUECA BOXER
PANELA VEM METEORO
PANELA DOS USUÁRIOS 2010
PANELA BOLACHA MASTER RACE

STEAM: http://steamcommunity.com/id/netokosovo
avatar
Putz Grila!
Socio do Forum
Socio do Forum
Mensagens : 15350
RetroPontos : 6616
Data de inscrição : 20/07/2010
Idade : 32
Localização : Sampa
http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=1506405193

Re: A ironia da pirataria no switch

em Seg 16 Jul 2018, 13:21
Antonio Neto escreveu:gta nao é parametro pra nada, nao vale nem 2 linhas de argumento que use gta como base.

preço alto de jogo digital BR ser caro é burrice e falta de visão da publisher. steam e seus preços regionais já mostraram como deve ser feito.

I love you
avatar
Bonatti
Moderador
Moderador
Mensagens : 41635
RetroPontos : 22221
Data de inscrição : 23/07/2010
Idade : 29
Localização : São Paulo
http://www.facebook.com/profile.php?id=1274665507

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qua 18 Jul 2018, 13:22
Antonio Neto escreveu:gta nao é parametro pra nada, nao vale nem 2 linhas de argumento que use gta como base.

preço alto de jogo digital BR ser caro é burrice e falta de visão da publisher. steam e seus preços regionais já mostraram como deve ser feito.

Mas tem o lance de jogo de PC ser taxado diferente do de console, não?

______________________ Assinatura ______________________

OUÇAM MINHA BANDA, DARK INQUISITION, NO SPOTIFY!
https://open.spotify.com/artist/11fYa3b3AGDG3IxyN1Qt58

http://www.superamibos.com/

Consoles, Perfis, Gametags e Acessórios:


Playstation 4
PSN: GBonatti


Nintendo Switch
Friend Code: 1909-3655-7582x


Playstation 3 Super Slim HD 250GB
PSN: GBonatti


WII U Black
Nintendo Network: GBonatti


Nintendo Wii

Nintendo 3DS Cosmo Black
Bonatti
Friend Code: 5112 - 3827 - 0556


PC:
INTEL I7 4790 3.60GHZ 4ª GERAÇÃO
16GB DDR3
SSHD 1TB
GTX 1080 TI
Steam: B0NATTI
Origin: GBonatti


Super Nintendo - Mega Drive - Sega CD - Game Boy Color - Nintendo 64


Twitter: G_Bonatti
avatar
dukemagus
Frenetico
Frenetico
Mensagens : 4283
RetroPontos : 4711
Data de inscrição : 27/04/2011
Idade : 27
Localização : Gravataí/RS

Re: A ironia da pirataria no switch

em Qua 18 Jul 2018, 20:49
Bonatti escreveu:
Antonio Neto escreveu:gta nao é parametro pra nada, nao vale nem 2 linhas de argumento que use gta como base.

preço alto de jogo digital BR ser caro é burrice e falta de visão da publisher. steam e seus preços regionais já mostraram como deve ser feito.

Mas tem o lance de jogo de PC ser taxado diferente do de console, não?

na eshop também?
Conteúdo patrocinado

Re: A ironia da pirataria no switch

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum